_____________________________________

Cobra olhuda

Essa noite eu vi na TV Uma Cobra voyeur Atraindo a sua presa… “-Ei, tô de olho em você! Cobra olhuda não tem pressa…”   Obra registrada na Biblioteca Nacional    

Read more...

A vida

Assim é a vida: Resolvida! Absorvida! Absolvida! Nunca Indevida! E mesmo sem ser havida, Está sempre ávida de ser vivida!

Read more...

De que morri mais

Já morri de fome Já morri de sede Já morri de rir Já morri de chorar Já morri de vergonha Já morri de vontade Já morri de dores… Mas nunca morri tanto O quanto morri de amores   Obs: Obra registrada na Biblioteca Nacional

Read more...

Liduína

Liduína Frederico Amitrano Teu nome, Liduina É um forte nome de mulher Um raro nome de menina Não nega a origem nordestina Daqueles que vieram te colher Doce flor de cajuina O teu nome me encanta Cada letra me fascina Que lindo nome de santa Fosse essa a tua sina Mas que doce nome de […]

Read more...

Angústia

Frederico Amitrano Ah, a angústia… Eu bem sei o que é Fogo que não se apaga Febre que não me deixa Dor que se propaga Buraco que nunca fecha   Obra registrada na Biblioteca Nacional  

Read more...
 Page 8 of 14  « First  ... « 6  7  8  9  10 » ...  Last »