Brios e Mágoas

Frederico Amitrano

Brios e Mágoas

A gente já não tem assunto

E tanta coisa pra falar

Nem tampouco estamos juntos

Mesmo no mesmo lugar

Olho teu olhar e deixo

Tanta mágoa no olhar

Beijo tua boca, o teu queixo e me queixo

Tantas queixas nessa forma de beijar

Acho que ainda te amo, mas as palavras se gravaram em mim

Ou tudo é um engano ou é o começo do fim

Um dia ainda te falo num tempo que ainda não conheço

Onde não haja brios e nem mágoas

Muito menos o fim do começo

 

Obra registrada na Biblioteca Nacional

 

Atualmente não há comentários relativos a este artigo. Você tem uma honra especial para ser o primeiro comentarista. Obrigado!

Deixe um comentário