Tatuagens

Quero ser digno de beijar
Todas as suas tatuagens
Não só as do braço, perna, pescoço
Mas as que estão escondidas, debaixo da roupa
Na coxa, nas costas, na popa
Quero sugar a mesma flor que suga o beija flor da sua barriguinha
Com o bico pra dentro da calcinha
Quero pegar a borboleta do seu seio
Colher o seu botão
E me despejar no meio
De tanta paisagem
Sendo assim, fazer mais uma tatuagem
Invisível, no seu coração
Aquela que não some
Porque o meu já está marcado
Desenhado, tatuado
Com as letras do seu nome

 

 

Obra Registrada na Biblioteca Nacional

Atualmente não há comentários relativos a este artigo. Você tem uma honra especial para ser o primeiro comentarista. Obrigado!

Deixe um comentário